Alves, Sílvio Rebelo

Da Memória da Universidade

Ir para: navegação, pesquisa
Sílvio Rebelo (1879-1933)

Alves, Sílvio Rebelo, ou Rebelo, Sílvio (N. Rio de Janeiro, Brasil, 1879; ob. Schatzalp, Suiça, 1933). Fundador da Farmacologia portuguesa. Área: Farmacologia. Docente: Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, Instituto de Hidrologia de Lisboa. Fil. cient.: Instituto Bacteriológico Câmara Pestana, Instituto de Farmacologia da FMUL. Dirigente de: Instituto de Farmacologia da FMUL, Instituto de Hidrologia de Lisboa, Sociedade Portuguesa de Biologia. Fundador de: Sociedade Portuguesa de Biologia. Docente de: Farmacologia (UC). Participa em: Corpo Expedicionário Português. Aluno: Escola Médico-Cirúrgica de Lisboa. Curso: Medicina (PE). Grad.: Escola Médico-Cirúrgica de Lisboa (?). Doutor: Universidade de Lisboa (?). Discípulo de: Benedicenti, Alberico. Mentor de: Costa, Silvério Ferreira Gomes da;Rico, José Manuel Toscano de Vasconcelos;Loureiro, João Avelar Maia de;;. Colabora com: Costa, Augusto Pires Celestino daFontes, Joaquim MoreiraRico, José Manuel Toscano de VasconcelosBenedicenti, AlbericoCosta, Silvério Ferreira Gomes da. Profissão: Médico. Cargo(s): Director (Hospital Militar Português de Hendaye, ?, ?), Professor Catedrático (Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, 1911, ?).


Licenciou-se em Medicina pela Universidade de Lisboa em 1905, com a tese intitulada O perigo da Sífilis. Nesse mesmo ano, foi admitido como médico da Junta Consultiva no Hospital de São José. No Hospital da Estefânia, trabalhou na clínica infantil de Salazar de Sousa. Em 1907, foi para o Instituto Bacteriológico Câmara Pestana, onde Aníbal Bettencourt o acolheu. O trabalho que ali desenvolveu sobre o bócio exoftálmico foi apresentado, em 1908, à Sociedade de Ciências Médicas. Em 1911, assumiu o cargo de professor de Farmacologia, disciplina que leccionou até à sua morte, em 1933. Paralelamente, fundou o Instituto de Farmacologia, que dirigiu. Também leccionou no Instituto de Hidrologia, do qual foi director até 1930. Para aperfeiçoar a sua técnica experimental, foi trabalhar com Oswald Schmiedeberg (1838-1921), um dos mais ilustres farmacologistas da época, depois com Hermann von Tappeiner (1847-1927) e Alberico Benedicenti (1866-1961). Com este último, publicou diversos trabalhos sobre a fixação dos metais pelas albuminas. Durante a I Guerra Mundial foi colocado em Hendaia, a dirigir um hospital para os convalescentes portugueses. Em 1920, foi um dos fundadores da Sociedade Portuguesa de Biologia, tendo ocupado a presidência da mesma em 1925.

Bibliografia

Rico, José Toscano. Sílvio Rebelo: 1879-1933. S.l.: s.n., 1943.


Perfil Biográfico dos Professores Catedráticos da Faculdade de Medicina: Alves, Sílvio Rebelo

Por equipa da Biblioteca-CDI da FMUL, coordenada pelos Professores Doutores J. Martins e Silva, Victor Oliveira e Luís da Silveira Botelho[1].

Logo-perfil-biog-prof-cat-fmul.jpg


SÍLVIO REBELO ALVES

DADOS PESSOAIS

Nascido no Rio de Janeiro (Brasil) a 10 de Janeiro de 1879

Filho de Francisco José Rebelo Alves e

Palmira Palos Rebello Alves

Jubilado: -

Falecido a 15 de Maio de 1933

DADOS ACADÉMICOS E PROFISSIONAIS

Escola que Frequentou
Escola Médico-Cirúrgica de Lisboa
Títulos Académicos, Cargos e Funções
1905 Licenciatura
1911 Lente Catedrático de Farmacologia
1911 Regência do Curso de Terapêutica Médica
1919 Professor do Instituto de Hidrologia e Climatologia de Lisboa
1919 Director do Instituto de Farmacologia e Terapêutica
1926 Director do Hospital de Santa Marta
192--1930 Director do Instituto de Hidrologia
Especialidade
Farmacologia
Estágios
1930 Visita de estudo a alguns Institutos de Farmacologia de Espanha, França, Bélgica e Itália
1932 Autorizado a visitar em missão de estudos os Institutos de Farmacologia e Terapêutica Experimental em frança, Suíça e Itália
Louvores e Condecorações
1918 Medalha do C.E.P. e louvado pela sua prestação.
Condecoração da Ordem de Cristo
Cavaleiro Oficial da Coroa de Itália
Cavaleiro da Ordem de S. Maurício e Lázaro
Cargos em Sociedades Científicas e Profissionais
Sócio correspondente da Academia das Ciências de Lisboa
1925-1933 Presidente da Sociedade Portuguesa de Biologia
Outras Actividades
1930 Nomeado para a Comissão Nacional Portuguesa que deve fazer parte da União Internacional das Ciências Biológicas
1931 Encarregado pela Junta de Educação Nacional de realizar conferências em França, Bélgica e Alemanha
Director do Hospital Militar Português de Hendaya (Major Miliciano Médico - CEP)
Principais Trabalhos Publicados
1905 “O perigo da sífilis”, Tese de Licenciatura
1910 Bócio exoftálmico e soroterápia tiroideia. Ed.: Imprensa Libânio da Silva - Lisboa
1920 “L’action biologique des substances fluorescentes“. Sep. de Comptes Rendus des Séances de la Société de Biologie, Tome 83)
1925 Les mouvements rythmiques des muscles squelettiques dans les solutions salines. Sep. Comptes Rendus des Séances de la Société de Biologie - vol: 22
1927 “Bases farmacológicas da terapêutica medicamentosa”
1928 “Helmintíases e Anti-helmínticos”
1932 “Acção fotodinâmica”. Actualidades Biológicas – Conferências realizadas no Instituto Rocha Cabral em Abril de 1931 (Coimbra, IV: 209-243)
Comentário
Fez na FML a transição da Matéria Médica para Farmacologia.

É considerado o fundador da Farmacologia Experimental em Portugal.

Dedicou-se à clínica, tendo sido um especialista em doenças da tiróide. Trabalhou no Instituto Bacteriológico (1907). Foi também um poeta apreciado, actividade que interrompeu quando exerceu a regência de Farmacologia. A sua carreira foi interrompida prematuramente com o seu falecimento, aos 54 anos.

O Município de Lisboa recorda o seu nome numa artéria do Bairro do Arco do Cego (Rua Sylvio Rebelo).

Factos sobre Alves, Sílvio RebeloFeed RDF
Aluno deEscola Médico-Cirúrgica de Lisboa  +
Ano de nascimento1879  +
Ano do óbito1933  +
Colabora comCosta, Augusto Pires Celestino da  +, Fontes, Joaquim Moreira  +, Rico, José Manuel Toscano de Vasconcelos  +, Benedicenti, Alberico  +e Costa, Silvério Ferreira Gomes da  +
Data de nascimento10 Janeiro 1879  +
Data do óbito15 Maio 1933  +
Denominação do agenteAlves, Sílvio Rebelo  +e Rebelo, Sílvio  +
DescriçãoFundador da Farmacologia portuguesa
Dirigente deInstituto de Farmacologia da FMUL  +, Instituto de Hidrologia de Lisboa  +e Sociedade Portuguesa de Biologia  +
Discípulo deBenedicenti, Alberico  +
Docente deFarmacologia (UC)  +
Docente emFaculdade de Medicina da Universidade de Lisboa  +e Instituto de Hidrologia de Lisboa  +
Doutorado porUniversidade de Lisboa (?)  +
Falecido emSchatzalp  +
FiliaçãoInstituto Bacteriológico Câmara Pestana  +e Instituto de Farmacologia da FMUL  +
Frequenta cursoMedicina (PE)  +
Fundador deSociedade Portuguesa de Biologia  +
Graduado porEscola Médico-Cirúrgica de Lisboa (?)  +
GéneroMasculino  +
ImagemRebelo-Silvio.jpg  +
Membro deAcademia das Ciências de Lisboa  +, Sociedade Portuguesa de Biologia  +, Sociedade Portuguesa de Ciências Naturais  +e Sociedade das Ciências Médicas de Lisboa  +
Mentor deCosta, Silvério Ferreira Gomes da  +, Rico, José Manuel Toscano de Vasconcelos  +e Loureiro, João Avelar Maia de  +
Nascido emRio de Janeiro  +
Participa emCorpo Expedicionário Português  +
PaísBrasil  +e Suiça  +
Permanece emLisboa  +, Estrasburgo  +e Génova  +
PosiçãoDirector (Hospital Militar Português de Hendaye, ?, ?)  +e Professor Catedrático (Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, 1911, ?)  +
ProfissãoMédico  +
Tem assuntoProfessores Catedráticos da Faculdade de Medicina  +
Tem área de conhecimentoFarmacologia  +
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes
Acções
Navegação
Ferramentas