Carvalho, Fausto Lopo Patrício de

Da Memória da Universidade

Ir para: navegação, pesquisa
Fausto Lopo de Carvalho (1890-1970)

Carvalho, Fausto Lopo Patrício de, ou Carvalho, Lopo de (N. Guarda, 1890; ob. ?, 1970). Professor de Medicina que desenvolveu a angiopneumografia, com Egas Moniz e Almeida Lima, e dirigiu a Assistência Nacional aos Tuberculosos. Área: Pneumotisiologia. Docente: Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, Universidade de Coimbra. Fil. cient.: Instituto de Investigação Científica Bento da Rocha Cabral. Dirigente de: Assistência Nacional aos Tuberculosos. Docente de: Propedêutica Médica (UC), Clínica de Doenças Pulmonares (UC). Contribui para: Angiopneumografia. Aluno: Universidade de Coimbra. Curso: Medicina (PE). Grad.: Universidade de Coimbra (?). Mentor de: Mira, Manuel Ferreira de. Colabora com: Moniz, António Caetano de Abreu Freire EgasLima, Pedro Manuel Urbano de AlmeidaSousa, Aires Francisco Nicéforo deCruz, Aleu de Almada Saldanha Quadros eAbreu, Lopo de Carvalho Cancela de. Profissão: Médico. Cargo(s): Professor Catedrático (?, ?, ?).


Filho de Lopo José de Figueiredo Carvalho, um conhecido tisiologista da Guarda. Estudou em Coimbra, onde terminou o curso de Medicina em 1916 com a classificação máxima. Iniciou a carreira docente nessa Universidade, sendo transferido para a Faculdade de Medicina de Lisboa em 1927 como professor de Propedêutica médica. Em Lisboa, ligou-se durante algum tempo ao Instituto Rocha Cabral, sendo um dos quatro primeiros investigadores que inauguraram a actividade do instituto em Novembro de 1925. Outro destes quatro investigadores, Manuel Ferreira de Mira, era seu assistente na Faculdade de Medicina e filho do director do Instituto. A afirmação científica de Lopo de Carvalho teve lugar em 1931, com a comunicação à Academia das Ciências dos resultados dos trabalhos que levaram à descoberta da Angiopneumografia. Foi presidente da Comissão Executiva da Assistência Nacional aos Tuberculosos (ANT) desde Janeiro de 1931 até 1938. Desde 1934 passou a dirigir a clínica de doenças infecciosas, onde se manteve até se jubilar em 15-5-1960. Em Maio de 1934 foi eleito sócio correspondente da Academia de Ciências de Lisboa, passando a sócio efectivo em 1956, ocupando a cadeira que ficara vaga com a morte de Egas Moniz. Em 1937 dirigiu a organização, com a restante direcção da ANT, do X Congresso da União Internacional contra a Tuberculose, que teve lugar em Lisboa. Foi então eleito presidente dessa União, cargo onde se manteve até 1950. Proposto, juntamente com Reinaldo dos Santos, em 1961, pela Academia das Ciências de Lisboa ao Prémio Nobel da Medicina, contando com o apoio do Ministério da Saúde e da Assistência. José Pedro Sousa Dias.

Bibliografia

Anónimo. Fausto Lopo Patrício de Carvalho - Bibliografia. Anuário Académico de 1943. (1943) 264-67; Binet, Léon. Professor Lopo de Carvalho. Gazeta Médica Portuguesa. 13:3 (1960) 231-32; Cardia, Mário. Lopo de Carvalho na Escola Portuguesa de Angiografia. Porto: s.n., 1970 (Sep. O Médico, 996); Carvalho, Fausto Lopo de. Docteur Lopo de Carvalho: honoris causa de l'Université de Paris. Paris: s.n., 1957; Coelho, Eduardo Carneiro de Araújo. Os plágios do Dr. Fausto Lopo de Carvalho. Lisboa: Tip. da Seara Nova, 1935; Dias, J. P. Sousa, A ligação entre o Hospital Escolar e o Instituto Rocha Cabral na investigação sobre tuberculose de 1925 a 1931. in Estudos sobre a Ciência em homenagem a Ruy E. Pinto. Lisboa: Shaker Verlag/IRC, 2006. pp. 129-145; Fontes, Vítor Hugo Moreira. Elogio académico do Prof. Lopo de Carvalho. Memórias da Academia das Ciências de Lisboa. 14(1970)201-17; Padesca, Adelino da Costa. Contraminuta apresentada ao Supremo Tribunal Administrativo nos dois processos de recurso em que é recorrente o Dr. Fausto Lopo de Carvalho. Lisboa: s.n., 1921; Vilar, Tomé George. Professor Doutor Lopo de Carvalho. Lisboa: Universidade de Lisboa, 1970 (Sep. Anuário da Universidade de Lisboa, 1969/1970; Academia das Ciências de Lisboa. Biblioteca. Processo académico de Fausto Lopo Patrício de Carvalho. (R)

Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes
Acções
Navegação
Ferramentas