Quadro de Américo Marinho ‘Médicos Observando’

Da Memória da Universidade

Ir para: navegação, pesquisa
'Médicos Observando', de Américo Marinho, sem data. (Foto: A. M. Pascoal, Cortesia FM)

Quadro de Américo Marinho ‘Médicos Observando’. Tipo: Desenho. Local: Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa. Criador: Américo da Silva Marinho (1913-1997). Construção: Desconhecida. Dimensão: 250 x 200 cm. Material: Carvão sobre tela. Assunto: Património Histórico, Científico e Artístico da Universidade de Lisboa.

Nota Histórica e descritiva

Existe na Faculdade de Medicina um quadro da autoria de Américo Marinho, pertença do Instituto de Anatomia (IA), onde o pintor frequentou do curso de Anatomia Artística no ano lectivo de 1929/1930, com o Professor Henrique de Vilhena. O artista foi um brilhante aluno da Escola de Belas Artes de Lisboa, tendo sido discípulo de Veloso Salgado, Luciano Freire e Simões de Almeida, entre outros.

Nesta tela de grandes dimensões, intitulada ‘Médicos Observando’, o pintor barreirense desenhou a carvão uma lição de anatomia, onde sete discípulos observam atentamente o professor em torno de uma mesa de dissecção vazia. À esquerda, sentado, o 'mestre’ Henrique de Vilhena procede a uma explicação, escutado atentamente pelos alunos, também nomes importantes da Medicina formados em Lisboa: junto a Vilhena, Fernando de Almeida (1903-1979) e Corino de Andrade (1906-2005), bem como Cesina Bermudes (1908-2001), sentada; segue-se Pedro Mayer Garção (1905-?), e no lado direito da tela, da esquerda para a direita, Victor Fontes (1893-1979), Barbosa Sueiro (1894-1974) e João Cid dos Santos (1907-1975). Trata-se de uma composição plena de pormenores no que toca aos retratados, cuja fisionomia se aproxima à realidade, sendo curioso o facto de não haver um cadáver sobre a mesa de dissecção, ao contrário do que habitualmente ocorre em representações de lições de anatomia.

É digna de menção a existência de quatro desenhos incluídos na Colecção de desenhos de Anatomia, possivelmente estudos para esta tela, já muito próximos do resultado final; representam os médicos Victor Fontes, Cesina Bermudes, Barbosa Sueiro e Fernando de Almeida. Este último encontra-se colado sobre cartão, no qual se inscreveu a legenda ‘Estudo para uma Lição de Anatomia, sobre o então assistente de Anatomia, Dr. Fernando de Almeida, em 1930 ou 31’, o que poderá, eventualmente, ser uma data aproximada da execução da tela final. Existe no mesmo acervo um pormenor do rosto de Mayer Garção, pintado a óleo sobre tela, o que poderá indiciar um intuito de Américo Marinho de pintar o desenho, o que implicará que a tela se encontra inacabada.

Uma peça que se revela como contributo para a história da FM e seus docentes, perfeitamente identificáveis, bem como atesta a ligação entre as artes plásticas e a anatomia, desenvolvida no curso de Anatomia Artística. O pintor retoma um tema que vinha sendo recorrente desde o séc. XVI, incorporando-o na sua época através da indumentária das figuras, não se coibindo de fixar a contribuição feminina no campo da Medicina.

Documentação

Não se encontrou documentação associada, nem sequer relativa à sua proveniência.

Observações

Na Colecção de desenhos de Anatomia estão incluídos diversos estudos, distintos, para lições de anatomia, da autoria de Américo Marinho, alguns a carvão sobre papel e outros pintados sobre tela; certos exemplares são idênticos à solução formal adoptada no presente quadro.

No ano lectivo 1946/1947, Henrique de Vilhena separou c. 2000 desenhos do acervo realizado pelos alunos de Anatomia Artística, com vista a realizar uma exposição. Entre outros, encontravam-se esboços e estudos para Lições de Anatomia de Américo Marinho.

A Câmara Municipal do Barreiro terá adquirido em 1934 uma tela a óleo de grandes dimensões, representando uma lição de anatomia pintada pelo artista em 1927, inspirado por um postal reproduzindo uma obra de Rembrandt. No entanto, foi impossível comprovar este facto ou observar a obra, apesar dos contactos encetados junto do município.

Bibliografia

AAVV, Américo Marinho. 70 anos de pintura, Biblioteca da Câmara Municipal de Santarém, 1997.

H. de Vilhena, ‘Trinta e três anos no ensino da Anatomia Artística’, Arquivos de Anatomia e Antropologia (1946/1947), vol. XXIV, pp. 525-589.



Autor: Ana Mehnert Pascoal

Levantamento do Património Histórico, Científico e Artístico da Universidade de Lisboa:

Quadro de Américo Marinho ‘Médicos Observando’

Pelo Grupo de Trabalho constituído por Marta Lourenço, Ana Mehnert Pascoal e Catarina Teixeira

Logo-Levantamento-Patrimonio-UL.png
Ferramentas pessoais
Espaços nominais
Variantes
Acções
Navegação
Ferramentas